Bem-vindo à FAAN

Seja bem-vindo ao portal da Fundação Dr. António Agostinho Neto, nosso objectivo é promover a pesquisa e divulgação da vida e da obra do Dr. António Agostinho Neto; Promover actividades para melhorar o bem-estar e a condição dos angolanos; A promoção da educação, da ciência, da tecnologia e da cultura, para incentivar a criação e a inovação, de todo o tipo e sob todas as formas, e a investigação científica e tecnológica.

Versão para impressão
PDF

NOTA DE CONDOLÊNCIAS

CIEL DE AGUIAR DA CONCEIÇÃO CRISTÓVÃO "GATO"

A Fundação Dr. António Agostinho Neto inclina-se perante a memória do Camarada Ciel de Aguiar da Conceição Cristóvão "Gato", nascido a 8 de Dezembro de 1944 em Malange e falecido em Luanda aos 72 anos, por doença, a 20 de Outubro de 2017.

General de Exército reformado das Forças Armadas Angolanas (FAA), Ciel de Aguiar da Conceição Cristóvão "Gato" ingressou nas fileiras do MPLA em 1961 no Congo, na altura do início da Luta Armada de Libertação Nacional, onde teve um papel preponderante, nas várias regiões político-militares por que passou. Integrante do primeiro destacamento guerrilheiro, que determinou a criação, em 1962, do Exército Popular de Libertação de Angola (EPLA), embrião das Forças Armadas Populares de Libertação de Angola (FAPLA), o comandante Gato foi um dos instruendos, então em formação político-militar em Marrocos, que, em Junho do mesmo ano, testemunhou a chegada do Presidente Agostinho Neto, então evadido de Portugal, que veio a liderar, com êxito, a acção libertadora do MPLA.

aaac2.jpg - 58.26 Kb aaac1.png - 130.84 Kb

 

Depois de dois treinos militares, um na Argélia e outro em Marrocos, o comandante Gato participou em várias acções combativas nas tentativas do MPLA em fazer a ligação com a Iª Região. O Esquadrão Ferraz Bomboko, coluna composta por 180 homens, sob comando de Ciel da Conceição Cristovão não chega a penetrar em Angola, sendo todo detido em Thysville e em Songololo pelas Forças Armadas do Zaire, vindas de Matadi. Durante alguns anos, esteve na Roménia a estudar e em tratamento.

Na Angola independente, Ciel da Conceição Cristóvão "Gato" desempenhou funções de relevo no aparelho central do MPLA, onde foi membro do seu Comité Central, e nas Forças Armadas, onde exerceu o cargo de comandante da Força Aérea Popular de Angola – FAPA-DAA de 1977 a 1981, tendo sido homenageado a quando dos 40 anos da Independência nacional em 2015, pelos relevantes serviços prestados à Pátria. Foi condecorado em 11.11.2006 com a Ordem de Mérito Militar do Primeiro Grau e exerceu o cargo de vice-ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria. Foi um notório sobrevivente do 27 de Maio de 1977, não tendo chegado a publicar as suas memórias.

A Fundação Dr. António Agostinho Neto e sua Presidente, Maria Eugénia Neto, endereçam à viúva, Ana Cristóvão, aos filhos, Ginga, Ciel, Marcela, Claúdio e Bendita, à família enlutada, aos militantes do MPLA, ao Estado Maior das FAA, ao Ministério dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, as suas mais sentidas condolências pela perda de um amigo e combatente pela libertação do país.

Luanda, 21 de Outubro de 2017

 

Prémio de Investigação

 Logo Prémio de Investigação Histórica

Jovens Escritores

REDES SOCIAIS

SUBSCREVER NEWSLETTER

Nome:
Email: